Tendência e Influência
Lifestyle, hair e Brasília

Marca brasiliense de café investe em alimentos

Novos produtos, nova fábrica e medidas socioambientais são algumas novidades deste ano

0

Presente nas casas da capital federal desde a década de 60, a marca lança neste mês diversas novidades e projetos para 2019. A palavra de ordem para este ano é expansão.

Para começar, a empresa vai aumentar a produção e distribuição da Família do Sítio, linha que contém farináceos, cafés, grãos e derivados do milho. “Queremos estar cada vez mais presentes no dia a dia das pessoas. Desejamos não ser conhecidos apenas como uma indústria de café, e sim de alimentos”, relata Ricardo Barbosa, diretor de marketing e vendas do Café do Sítio.

Além de expandir os que já existem, como flocão, farinhas, feijão fradinho e polvilho doce, o plano é lançar novos itens até o fim de 2019, dentre eles o milho para pipoca, sendo o tradicional e o premium, e as canjicas branca e amarela.

Tecnologia

Com o aumento do portfólio de produtos, a empresa fez investimentos em tecnologia para garantir que os outros itens tenham a mesma qualidade do café, que é o produto-chefe. “Foram investidos cerca de 150 mil no laboratório e no Living Café da empresa, onde realizamos testes de umidade, sensorial, granulometria e impureza nas etapas de produção do café. Também iniciamos novos estudos de farinhas, feijão e derivados de milho”, conta o diretor de vendas.

Hoje a empresa produz entre 40 a 50 toneladas de café por dia na fábrica localizada desde 2005 no fim do Pistão Sul. A marca oferece, além do café tradicional, um saboroso cappuccino, uma linha premium de café espresso e uma linha de alimentos variados (flocão, farofa pronta, polvilho doce, farinhas de mandioca, entre outros) – todos juntos, formam a Família do Sítio.